Óleo de Coco: substitua os óleos hidrogenados e ganhe saúde!

coqueiro_2_gContinuando o tema da Prevenção e Cura pelos Alimentos, temos que falar do Óleo de Coco extra virgem! 
Vocês se lembram que já falei dele como doador de brilho e agente da nutrição capilar né?
Então, neste post vou falar das suas propriedades para a nossa saúde. Porque vamos combinar que, se você não tem interesse em cuidar da sua saúde, terá que ter dinheiro e tempo para cuidar da sua doença!
E a coisa toda é muito mais simples do que parece… Ok, você não vai abrir mão dos produtos industrializados que adora, nem dos doces, bebidas, etc; mas pode pelo menos modificar certos hábitos incluindo e/ou substituindo no seu cardápio os alimentos funcionais, que vão agregar qualidade à sua alimentação, minimizando os efeitos de… vai me desculpar tá… todas as “porcarias” que você come e bebe! hahaha

 oleo de coco

O coco é considerado pela medicina moderna como o terceiro alimento mais completo do mundo, sendo o primeiro o leite materno e o segundo o ovo. E o óleo de coco prensado a frio preserva todas as suas propriedades. Segundo o médico especializado em nutriendocrinologia funcional, Dr. Victor Sorrentino, em seu livro: “Segredos para uma vida longa”, o óleo de coco extra virgem tem:

  • Ação antioxidante: colabora na diminuição da produção de radicais livres, devido a vitamina -E presente na gordura de coco;
  • Colesterol: ajuda na redução do mau colesterol – LDL e evita que o mesmo se oxide. E promove a elevação do bom colesterol -HDL, contribuindo na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares e cerebrais;
  • Emagrecimento: de fácil absorção, a gordura de coco é a melhor fonte de triglicerídeos e não necessita de enzimas para sua digestão e metabolismo. No fígado esses triglicerídeos se transformam em energia, não depositando como gordura. Por isso ele é considerado “termogênico”, ou seja, capaz de gerar calor e queimar calorias. Esta propriedade aliada a capacidade que a gordura de coco tem de estimular a tireoide, aumenta o metabolismo e consequentemente emagrece;
  • Melhoria do Sistema Imunológico: a gordura de coco apresenta a maior concentração de Ácido Láurico. Este ácido graxo é o mesmo presente no leite materno, que contribui para o combate de inúmeras infecções como vermes, fungos, bactérias e vírus. Combatendo esses agentes, restabelece a energia “roubada” e melhora dessa forma o aproveitamento dos nutrientes, aumentando as defesas do organismo;
  • Regula a Função Intestinal: equilibrando e normalizando as funções intestinais e favorecendo o crescimento da “flora amiga”;
  • Ação Cosmética e Dermatológica: o óleo do coco pode ser aplicado diretamente sobre a pele, hidratando e prevenindo rugas, em uma ação anti-envelhecimento, lubrificando a pele e permitindo que os nutrientes do sangue cheguem até ela. Além de ser um hidratante natural da pele, o óleo de coco tem o poder de bactericida, podendo ser um grande aliado nos tratamentos de eczemas,dermatites de contato, herpes e candidíase. Possui também ação cicatrizante;
  • Diabetes: a gordura de coco proporciona uma sensação de maior saciedade  e não estimula a liberação de insulina, o que por sua vez inibe a chamada “compulsão por consumir carboidratos” após as refeições. Além disso, o óleo de coco “abre as membranas” das células, permitindo que os níveis de insulina e glicose se normalizem e melhorando sua nutrição, restabelecendo os níveis normais de energia;
  • Fadiga crônica e fibromialgia (reumatismo): o ácido Láurico presente no óleo de coco, tem ações para combater inúmeras infecções, eliminado uma grande quantidade de vírus, bactérias e certos vermes que estão associados ao aparecimento dessas duas patologias;
  • Tireoide: melhora o funcionamento da tireoide, tendo ação antienvelhecimento. A gordura de coco estimula a função da glândula, que por sua vez faz com que o mal colesterol LDL, através de um processo enzimático, produza os hormônios antienvelhecimento, prevenindo doenças crônicas relacionadas à idade.

 

SissiNossa gente, esse óleo de coco é realmente tudodebom!
Agora é incorporar no cardápio do dia a dia e aproveitar tudo que esse remédio natural tem. O óleo de coco extra virgem resiste bem altas temperaturas sem deteriorar, mantendo suas características originais. Dessa forma é perfeito pra fritar, grelhar e assar.
Você pode substituir todos os óleos hidrogenados vegetais (canola, milho, soja), que viram gordura trans ao serem submetidos a altas temperaturas, pelo óleo de coco. Realça o sabor e o aroma dos alimentos e combina maravilhosamente bem com  frangos, peixes, assados e legumes.
Receitinha do dia:

Filet de Frango frito com Purê de Batata Doce

Filet

Ingredientes:

  • 400 gr de filé de peito de frango;
  • 1 cebola grande;
  • suco de 1/2 limão;
  • Temperos: 3 dentes de alho socados com 1 colher de café de sal, pimenta, mostarda e cheiro verde;
  • Purê: 2 batatas doce roxas grandes + 1 colher de sopa de manteiga + 1 e 1/2 copo pequeno de leite;
  • 3 colheres de sopa de Óleo de Coco.

Modo de Fazer:

Tempere os filés de peito e deixe marinando no suco de limão.
Faça o purê: cozinhe por 15 minutos na panela de pressão a batata doce. Depois de cozida, esprema e acrescente sal a gosto, manteiga e o leite. Leve ao fogo brando até engrossar.
Deixe aquecer o óleo de coco em uma frigideira grande e depois acrescente a cebola picada e os filés temperados, fritando até dourar.
Sirva acompanhado de  arroz e  salada verde.

COMMENTS

Leave a Comment