O alimento funcional que todos amam: o doce Cacau!

20160326_181059Ai, ai…
E enfim chegou a época mais linda do ano… o meu aniversário e a Páscoa!
Não sei se é por que adoro coelhos ou  porque nasci nesta época, que dá  início a um  novo ciclo, simbolizado  pela ressurreição de Cristo ou  porque ♥ chocolates,  mas o fato é que, de todas as épocas festivas, a Páscoa é a melhor pra mim.

E aproveitando a data, vamos falar sobre mais um alimento funcional que agrega muito valor à nossa alimentação: o Cacau!

 

O cacaueiro é originário das regiões tropicais da América Central. Considerado como alimento dos deuses pelos Maias e Astecas, suas amêndoas secas e  moídas dão origem ao nosso amado chocolate, que além de ser a sobremesa dos deuses, reúne importantes nutrientes que o qualificam como um alimento funcional – Fonte: O planeta Cacau.

cacaueiro

Magnésio: o cacau natural contém mais magnésio do que qualquer outro alimento. Magnésio é um dos grandes minerais alcalinos. Ele auxilia no funcionamento do coração, cérebro e sistema digestivo (combate a constipação digestiva). É também importante para o desenvolvimento da estrutura óssea e é associado com o aumento da felicidade;

Ferro: o cacau natural contém 314% da dosagem diária de ferro recomendada pelo governo americano (U.S RDA) em cada 28 gramas. O Ferro é importantíssimo  para alimentação, porque faz parte da molécula da proteína chamada hemoglobina, que complexa o oxigênio, mantendo nosso cérebro, organismo e sangue saudável.

Cromo: trata-se de um importante mineral que ajuda balancear o açúcar no sangue. O cacau natural tem cromo suficiente para ajudar a reverter esta deficiência.

Anandamida (n-arachidonoylethanolamina): É uma endorfina que o corpo humano fabrica naturalmente após exercício físico. A Anandamida foi encontrada apenas em uma planta: no Cacau. Anandamida deriva da palavra “ananda” (estado de felicidade perfeita) e é conhecida como “the bliss chemical”, porque é liberada quando nos sentimos entusiasmados. O Cacau contém enzimas inibidoras que diminuem a capacidade do organismo de quebrar a anandamida. Isso significa que, quando comemos cacau natural, a anandamida do cacau faz aumentar o tempo da sensação de felicidade.

Theobromina: o cacau natural contém cerca de 1% theobromina. Theobromina é uma substância bactericida, muito eficiente na eliminação do Streptococcus mutans, o principal organismo que provoca cáries dentárias. Theobromina é uma substância química parente da cafeína, mas que não é estimulante do sistema nervoso. A Theobromina dilata o sistema cardiovascular tornando o trabalho mais fácil para o coração. É uma das principais razões do porque o cacau é parte importante para dieta saudável do coração.

Antioxidantes: o cacau contém a maior concentração de antioxidantes (flavonoides) que qualquer outro alimento natural do planeta terra. Estes incluem polifenóis antioxidantes, catequinas, e epicatequinas. Em peso, cacau tem mais antioxidantes do que o vinho tinto, mirtilos, açaí, romã, goji e combinados;

Ácido graxo ômega 6: Cacau contém o essencial ácido graxo ômega 6;

Serotonina: é o principal neurotransmissor no corpo humano.. Serotonina nos ajuda a construir nosso “escudo de defesa contra estresse”.

  • Existem muitos mitos relacionados ao consumo de cacau…

Cacau

Cacau contém cafeína? Ao contrário da opinião popular, cacau é uma fonte pobre de cafeína. A amêndoa de cacau in natura contém algo em torno de vinte vezes menos cafeína do que o café.

Cacau engorda? Amêndoas de cacau natural contêm de 12% a 50% de gordura, dependendo da variedade e das condições de cultivo. Não existem evidências de que o consumo de cacau natural propicia obesidade. Ao contrário, cacau natural é uma fonte de perda de peso devido ao seu extraordinário perfil nutricional, com minerais e moléculas que fazem modular o apetite.

Alergia? Estudos recentes mostram que alergia a chocolate é muito raro. É mais comum encontrar pessoas com alergia a ingredientes derivados do leite, contidos no chocolate industrial. Algumas pessoas alérgicas ao chocolate cozido e processado com aditivos químicos não apresentam reação ao cacau natural.

Agora, como aproveitar sem prejuízo todos os benefícios desse fruto?
cacau em poSubstituindo nas receitas o chocolate em pó industrializado pelo cacau orgânico em pó. Suas receitas vão ficar com muito mais aroma, cor e sabor de chocolate. O cacau em pó rende muito, podendo ser substituído pela metade da quantidade de chocolate em pó utilizada. E não é mais caro que um chocolate em pó de boa qualidade. O cacau em pó orgânico contém ingredientes naturais e livre de corantes, aromatizantes e conservantes. Suas receitas vão ficar bem mais saudáveis, nutritivas e saborosas.

ovo-de-pascoachocoOutra forma de aproveitar tudo de bom que o cacau contém é consumir chocolates com maior concentração de cacau, de preferência com concentração acima de 70%. Esses chocolates são menos doces e por apresentar uma maior concentração do fruto dão uma sensação maior de saciedade, evitando que você “enfie o pé no balde” e coma de uma vez toda a caixa!  rsrs
E atenção aqui: observe no rótulo do chocolate se na composição tem manteiga de cacau. Algumas marcas substituem a manteiga de cacau por gordura hidrogenada!
Afinal você não precisa se privar desse alimento dos deuses, é só não abusar fofa!
E agora, que já esta convencida dos benefícios e com “água na boca”, vamos as  resitinhas do post:

Mousse duo de Chocolate e Creme Inglês

 

20160325_001934   20160325_001840

Ingredientes para o Creme Inglês:

  • 1 lata  de leite condensado;
  • 1 xícara de chá de leite integral;
  • 4 gemas;
  • 1 colher de sobremesa de essência de baunilha

Modo de fazer: misture bem o leite condensado, as gemas e o leite e leve ao fogo brando para que cozinhe lentamente até engrossar. O fogo não pode ser médio/alto, pois se cozinhar rápido o creme irá talhar. Depois de pronto acrescente a essência de baunilha e reserve.

Para a Mousse de Chocolate

  • 200 gr de chocolate meio amargo;
  • 1 colher de sopa de cacau em pó;
  • 3 folhas de gelatina sem sabor;
  • 1/2 xícara de chá de leite fervido;
  • 4 claras batidas em neve;
  • 2 colhers de sopa de açúcar demerara;
  • 1 caixa de creme de leite.

Modo de fazer:
Derreta o chocolate em banho maria. Hidrate as folhas de gelatina em água gelada, o suficiente para cobrir as folhas. Deixe de molho até ficarem moles. Feito isso retire o excesso de água. Acrescente meia xícara de café de água filtrada fervida e dissolva bem a gelatina.
Junte o leite fervido e a gelatina dissolvida ao chocolate derretido em banho maria.
Chantily: bata as claras em neve e depois acrescente o açúcar batendo sempre até formar picos firmes. O açúcar demerara é rico em fibras e por isso dá mais consistência ao creme.
Por último acrescente 3/4 da caixa de creme de leite. Misture o creme chantily ao chocolate acrescido dos outros ingredientes e monte o doce, despejando primeiro o creme inglês e depois a mousse. Polvilhe com cacau em pó e leve a gelar por 4 horas.

 

Chocolate Quente Cremoso

 

chocolate quente

Ingredientes:

  • 500 ml de leite integral;
  • 1 colher de sobremesa de amido de milho;
  • 5 colheres de sopa de cacau em pó;
  • 2 colheres de sopa de açúcar demerara;
  • 1/2 caixa de creme de leite;
  • 2 colheres de sopa de conhaque (opcional).

Modo de Fazer:
Em uma panela de fundo grosso misture o leite, o amido de milho e o açúcar. Leve ao fogo médio até ferver e começar a engrossar. Desligue o fogo e acrescente o cacau em pó, o creme de leite e o conhaque. Misture bem e sirva quente.

Rendimento: 3 xícaras de chocolate quente.

 

 

COMMENTS

Leave a Comment