Consumir alimentos sem agrotóxicos: uma questão de saúde.

NukiOi amores,
hoje vamos falar da minha comida predileta: os verdinhos! Os amarelinhos, os roxinhos, os vermelhinhos = as frutas, legumes e verduras!
Sabemos da importância de uma alimentação balanceada, que inclua frutas, verduras e legumes variados, para ter uma boa saúde. Porém sempre que vamos ao sacolão voltamos com frutas, verduras, legumes e… muito agrotóxico! O  uso excessivo de agrotóxico desvirtua  alimentos que deviam ser aliados da boa saúde. Grande parte dos agricultores faz uso indiscriminado desses produtos: usam uma  quantidade maior que a  recomendada, não esperam  o tempo certo para a colheita e para a consequente eliminação do produto, etc; Dessa forma as verduras e frutas veem acrescidas de uma grande quantidade de veneno. Enxaquecas constantes, disfunções do aparelho digestivo, doenças alérgicas e baixa imunidade, por exemplo, podem ser consequência do consumo excessivo dos  agrotóxicos na nossa alimentação.
Ai começa o dilema: se como muitas frutas e verduras, acabo ingerindo muito veneno junto. Por ouro lado, se não como, fico com carência de importantes nutrientes na alimentação.
Como resolver essa questão ???
Passando a ingerir maior quantidade de alimentos orgânicos.
Os alimentos orgânicos são mais caros mas valem o quanto pesam! Se você fizer a equação verá que:
frutas e verduras comuns com agrotóxicos + remédios para os efeitos colaterais = $$$ é > frutas e verduras orgânicas = $$.
Sai bem mais em conta adquirir os orgânicos. Seu bolso e sua saúde agradecem! rsrs
Ai vem o segundo dilema: mas os orgânicos são difíceis de encontrar, não tem no supermercado ou sacolão perto da minha casa…
Na verdade, devido à maior conscientização, os alimentos orgânicos vem ganhando espaço nas prateleiras dos grandes supermercados. Além disso temos a opção de  comprar esses alimentos direto do produtor. Pequenos agricultores tem disponibilizado seus produtos pela internet. Sites como o da Fazenda Vista Alegre (http://vivavistaalegre.com.br/) na grande BH, oferecem essa opção:
processo-de-compra-vista-alegre

A compra sai mais em conta que se feita em supermercado e a vantagem é que você adquire alimentos fresquinhos.

Direto da horta para a sua mesa 🙂

verduras

Grandes capitais já contam com este tipo de venda. Uma pesquisa na internet pode te ajudar a descobrir se tem produtores com sites de venda na sua cidade.

Outra dica é manter uma hortinha de temperos em casa.

Além de perfumar a cozinha ainda dá um charme extra à decoração se você escolher vasinhos diferentes e decorados.
Escolha um local que receba o sol da manhã e disponha vasos com os seus temperos preferidos.

Salsinha, cebolinha, orégano, hortelã, erva doce e manjericão são exemplos de temperos que podemos ter sempre à mão e se colhidos na hora dão outro aroma e sabor à comida.

Garrafas pet também podem ser reaproveitadas virado criando um muro verde na sua área.

 É simples e barato: lave bem uma garrafa pet e tampe. Faça um corte no sentido do comprimento, no formato de um retângulo. Aqueça um garfo de metal e faça pequenos furos na base para drenar o excesso de água. Disponha argila expandida no fundo e cubra com terra adubada. Pronto. Agora é só plantar as mudas e formar sua mini horta.

Latas, pneus e utensílios de cozinha, com imaginação e criatividade viram charmosas hortinhas.

Bora criar seu espaço verde?
Clique aqui e baixe o e-book com dicas simples e descomplicadas de como fazer uma horta orgânica em casa.
Alegra a decoração da toca, descarrega as energias negativas no contato com a terra e dá um toque gourmet às suas receitas.
Tudo de bom! ♥ ♥ ♥

 

Leave a Comment